O Bê-a-bá do Sertão - Paraíba - PATOS SEM REPRESENTAÇÃO NO PARAIBANO 2014
Adamastor Chaves ADAMASTOR CHAVES é advogado, jornalista e radialista.


12.11.2013 - João Pessoa

PATOS SEM REPRESENTAÇÃO NO PARAIBANO 2014

     
Compartilhe


Fiquei surpreso quando tomei conhecimento das exclusões de Nacional e Esporte, ambos da cidade de Patos, fora do Campeonato Paraibano 2014. A priori pensei ser uma pegadinha. Quando fiquei sabendo da verdade, lamentei e imputei responsabilidade ao comando do nosso futebol que pouco se “lixa” para esse tipo de decisão.


Patos é tradição no futebol paraibano. Em hipótese nenhuma deveria deixar de estar presente numa competição promovida pela FPF, pelo que alega: “Falta de incentivo”. O desportista patoense sempre apoiou irrestritamente seus representantes no futebol profissional e não seria agora, ano da Copa do Mundo, que ambos os clubes desistiriam.


Entendo que uma Federação, aquela que zela pelos seus filiados, que luta, procura incentivo, parceiros investidores e outros meios de apoio, não aceita passivamente a renúncia de duas tradicionais agremiações e, acima de tudo, ainda ameaça de exclusão da 1ª Divisão em 2015, prova de não aceitar a decisão de Nacional e Esporte em não disputar o Campeonato.


Nacional faz parte da história do futebol paraibano. É um clube detentor de um título estadual no ano em que pela primeira vez a TV mostrou a competição para o Brasil e abriu canal para vários países. O ano de 2007 está cravado na vida e lembranças de um clube que honrou a tradição sertaneja elevando o nome de sua cidade para o mundo.


Sou testemunho do fato, pois estava presente no dia em que o Nacional conquistou o titulo estadual diante do Atlético Cajazeirense no estádio José Cavalcanti, em Patos, e guardo com muito carinho o DVD do primeiro ao último minuto do jogo. Assim sendo, clube dessa grandeza não pode ficar fora sem antes ter sido feito todo esforço pela sua permanência.


O Esporte também é tradição. O “Touro do Sertão”, ou “Patinho Sertanejo”, como chamam seus torcedores, sempre foi um clube respeitado, admirado e detentor de memoráveis resultados dentro das quaro linhas do campo, como não poderia deixar de citar sua inflamada e vibrante torcida fazendo a diferença em jogos no JC, em Patos.


Esses dois clubes, senhores dirigentes do nosso futebol, representam dignamente uma cidade, um povo, uma região, e merecem mais respeito, consideração e apoio. O patoense sempre deu a sua colaboração comparecendo a campo, incentivando seu representante. Falta, ou faltou, a FPF mais habilidade administrativa para evitar esse “desastre esportivo”.


No Rio de Janeiro se o Vasco, Flamengo, Fluminense ou Botafogo ameaçam uma tomada de posição tal qual tomada por Nacional e Esporte, a FCF entra em cena e “apaga o fogo” rapidamente. Em São Paulo já tivemos exemplos com Corinthians, São Paulo, Santos, Palmeiras que receberam ajuda financeira da FPF em situações semelhantes.


O nosso futebol em 2014, para quem sempre cobriu profissionalmente pelas emissoras de rádio, Patos não vai mais poder oferecer a excelente condição de receptividade do seu povo, sempre amigo e hospitaleiro. Lamento. Vamos ter que convier com esse hiato de viagem, passando em Patos, apenas por passar, sem poder ficar por um dia.


Adamastor Chaves





.




Deixe o seu comentário







Respeitamos o direito de opinão e expressão. O espaço para comentários é um espaço democrático destinado às opiniões relativas ao texto originalmente publicado.
Não serão publicadas quaisquer mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou, ainda, que desrespeitem a privacidade alheia, que tenham caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, ou, ainda, que tenham linguagem grosseira e/ou obscena.
Não serão publicados comentários que tentam se aproveitar deste espaço democrático para “destacar” outros sítios ou blogues ou, ainda, que tenham por objetivo comercializar produtos ou serviços.
Comentários anônimos, desconexos ou sem sentido em relação ao tema comentado também serão descartados.




Copyright © 2002/2017 - O Bê-á-bá do Sertão - Todos os direitos reservados
Contatos: (0xx83) 99967.1500 - Paraíba - Brasil
E-mail para contatocomercial@obeabadosertao.com.br