O Bê-a-bá do Sertão - Paraíba - A CBF BATEU PINO
Adamastor Chaves ADAMASTOR CHAVES é advogado, jornalista e radialista.


30.06.2012 - João Pessoa

A CBF BATEU PINO

     
Compartilhe

Fui claro, e parecia estar adivinhando, ao afirmar que a CBF iria cometer o maior “mico” na história do futebol brasileiro. E não deu outra. Em menos de 24 horas após a minha afirmativa a ex- poderosa Confederação Brasileira de Futebol recuou de maneira vexatória numa patente demonstração de queda de poder.


Não querendo reconhecer seu erro e procurando demonstrar poder, tentou influenciar na decisão do Treze ao garantir – falsa promessa – que a Série C seria iniciada e que o clube paraibano seria punido severamente por ter recorrido a Justiça Comum. Puro engano. Erro mesmo. O tiro saiu pela culatra. A Paraíba mostrou capacidade jurídica.


Depois de ganhar oito vezes seguidas da CBF - verdadeira goleada jurídica - nas tentativas de anular pedido de Liminar favorecidas ao Treze, mais uma vitória, a nona, “fechou o firo” e fez a CBF, o STJD e o Rio Branco(AC) “botar a viola no saco” e incluir o Treze na competição, Série C, como de fato pretendia o “Galo da Borborema” invocando seu direito.


Pra “fechar a conta”, mais uma vez, a Justiça da Paraíba ampliou o placar para 9 a 0 com o Juiz Substituto da 1ª Vara Cível de Campina Grande, Falkandre de Sousa Queiróz, deferindo o pedido de Liminar interposto pelo Treze contra a CBCF, o STJD e o Rio Branco(AC) obrigando os citados, em caso de descumprimento, ao pagamento de multas pesadíssimas.


No deferimento do pedido de Liminar o Juiz ainda elevou a multa em caso de descumprimento. A CBF, o STJD e o Rio Branco(AC) serão obrigados a pagar R$ 100 mil por dia, sem teto máximo, em caso de início da competição sem a participação do Treze, e mais R$ 5 mil para cada dia de atraso no descumprimento da decisão.


Foi realmente uma “cacetada” na CBF, causadora de todo problema com a “tabelinha torta” combinada com o Rio Branco. Uma “aula” jurídica aos membros do STJD que tentaram se associar a decisão da CBF. Um exemplo aos clubes brasileiro que há muitos anos vem mantendo os mesmos dirigentes na CBF e Federações.


Mudanças, Já! Aos poucos, com decisões corajosas exemplificadas pelos dirigentes do Treze, a mudança está próxima. Não só na CBF como também em muitas Federações, tal qual a da Paraíba que há mais de 25 anos é comandada pela mesma família: Gomes. O futebol brasileiro está carente de renovação. Caso contrário a Copa de 2014 vai pro “beleléu”.


O “Galo” deu o grito. “Ciscou” na estrutura da CBCF e com certeza abriu caminho para outros gritos. A sua luta contra o poder - vitória de goleada por 9 a 0 - dá a todos nós a esperança de que, mesmo em tempo de Copa do Mundo, o futebol brasileiro pode dar uma guinada na busca pela verdade, segurança, estabilidade e moralidade. MUDANÇA, JÁ!.


O “pino” batido pela CBF provou que não é imbatível. Necessário se faz, apenas, que homens corajosos, dirigentes independentes e voltados para a moralidade do nosso futebol, ajam de maneira coerente com a vontade do desportista, do torcedor. A hora está chegando. De agora em diante os dirigentes da CBF pensarão duas vezes antes da palavra final.



* P/P Adamastor Chaves.









.




Deixe o seu comentário







Respeitamos o direito de opinão e expressão. O espaço para comentários é um espaço democrático destinado às opiniões relativas ao texto originalmente publicado.
Não serão publicadas quaisquer mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou, ainda, que desrespeitem a privacidade alheia, que tenham caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, ou, ainda, que tenham linguagem grosseira e/ou obscena.
Não serão publicados comentários que tentam se aproveitar deste espaço democrático para “destacar” outros sítios ou blogues ou, ainda, que tenham por objetivo comercializar produtos ou serviços.
Comentários anônimos, desconexos ou sem sentido em relação ao tema comentado também serão descartados.




Copyright © 2002/2019 - O Bê-á-bá do Sertão - Todos os direitos reservados
Contatos: (0xx83) 99967.1500 - Paraíba - Brasil
E-mail para contatocomercial@obeabadosertao.com.br