O Bê-a-bá do Sertão - Paraíba - Itaporanga(PB)
Cidades do Sertão

Itaporanga(PB)

     
Compartilhe

Itaporanga(PB)



ITAPORANGA é uma cidade com uma população de aproximadamente 21.000 habitantes sendo, 10.193 do sexo masculino e 10.807 do sexo feminino.

 


Faz parte do Estado da Paraíba, com cerca de 482 
km² quadrados de área.


Possui uma densidade populacional de quase 43,57 habitantes por
km² quadrados de área, segundo dados do IBGE.





História

I
niciada com o desbravador português, Antônio Vilela de Carvalho que adquiriu da Casa da Torre grande quantidade de terras, às margens do rio Piancó, onde implantou uma fazenda para a criação de gado. Anos depois, Joaquim Carnaúba, João Madeiro, Alexandre Gomes da Silva e Padre Lourenço, moradores do sitio Misericórdia atravessaram o rio e, na outra margem, construíram algumas casas. Madeiro, que ergueu sua casa, no Alto do Ginásio, escolheu o local para a capela - a igreja do Rosário - do futuro povoado de Misericórdia, bem distante de sua morada. Devido à sua localização, a vila logo prosperou.


Tendo sua emancipação política em 1863, a vila só teve a instalação oficial do município em 09 de janeiro de 1965 e permaneceu com o nome de Misericórdia, por 63 anos, quando o interventor municipal, Praxedes da Silva Pitanga, mudou para Itaporanga. Não desmerecendo os outros governantes, Pitanga era um político que pensava grande e resolveu expandir a cidade. Quando o arruado mal chegava, onde é hoje o Banco do Brasil, ele iniciou, a mais de 500m, a construção de um mercado público, com área de 10.560 m2. Bem próximo ao mercado, construiu um dos maiores hotéis do sertão e resolveu erigir sua casa, bem mais longe, onde funcionou, até pouco tempo, a 7ª região de ensino.


Apartir de 1959, o município perdeu mais de 70% do seu território, com a emancipação política de Pedra Branca, Curral Velho, Boa Ventura, Diamante, Serra Grande e São José de Caiana. Mesmo diminuído o seu território, a Pedra Bonita, graças ao empenho de seus filhos, continuou o seu crescimento. Tendo destaque entre os governantes da época, Francisco Clementino de Carvalho(
o Dr. Paizinho) que, entre obras de grande porte, conseguiu a eletrificação da cidade com energia de Paulo Afonso(tendo, para isto, que ir ao Presidente João Goulart, em Brasília), via Coremas, a construção do abastecimento d’água e esgoto e a pavimentação das principais ruas do centro da cidade.


Preparando uma possível candidatura a prefeito, o diretor do Departamento de Saúde e que respondia, interinamente, pela Secretaria de Saúde do Estado, o médico Adailton Teódulo da Silva conseguiu a abertura e funcionamento do Hospital Distrital "José Gomes da Silva", um dos maiores e mais modernos do sertão e que estava em obras há mais de vinte anos. Quando eleito prefeito, construiu uma lavanderia pública e fez a doação do terreno para a edificação da torre da TELPA(posteriormente
Telemar e hoje Oi). Também conseguiu, para o município, uma patrol e um trator de esteira para a conservação das estradas vicinais.


O advogado Manoel Marleno Barros, quando administrou nossa terra, também, deu a ela grande impulso, construindo o estádio municipal e uma unidade sanitária, anexa ao Hospital Distrital. Adquiriu e doou os terrenos para a construção do Hotel Pedra Bonita, da Coletoria Estadual, do Colégio Adalgisa Teódulo da Fonseca e do BNB Clube. Ainda, na sua gestão, foi instalada a Delegacia do Serviço Militar e criadas as agências do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e do Bradesco. Marleno comprou o primeiro ônibus para o transporte de estudantes, para que os universitários pudessem se deslocar até a cidade de Patos.


Renitente em seu intento de ser prefeito de nossa cidade, o bacharel João Franco da Costa tanto lutou que conseguiu ser eleito em 1982, com o apoio do então deputado Soares Madruga. No seu governo, os destaques foram a construção da adutora que, atualmente abastece a cidade com água do açude Cachoeira dos Alves, a criação do Hino da Cidade e a introdução do São Pedro de rua, nos termos atuais, que, atualmente, é sem sombra de dúvidas, o melhor da Paraíba.


A vida pública do jornalista e deputado estadual José Soares Madruga é um exemplo que deveria ser copiado e seguido pelos nossos atuais representantes e políticos, em geral. Ao longo dos 15 anos, em que esteve na Assembléia Legislativa, trouxe, para Itaporanga e para o Vale do Piancó, inúmeros benefícios, representados, pela construção de obras e instalação de órgãos regionais que mudaram, completamente, as relações de forças entre Itaporanga e outras cidades da região. Soares Madruga foi o segundo itaporanguense a assumir o governo do Estado, tendo sido José Gomes da Silva, o primeiro(
como interventor federal).


Na Prefeitura, bem como na Secretaria de Estado, que ocupou durante o governo de Wilson Braga, merece destaque, pelo muito que fez, em benefício de Itaporanga, do Vale do Piancó e de toda a Paraíba, o engenheiro José Silvino da Fonseca(
o homem do Canaã). As obras de mais destaques, no seu governo, foram exatamente no campo hídrico, onde nosso conterrâneo é um “expert”, como a construção de dezenas de açudes, recuperação de barragens, perfuração de poços e sistemas de abastecimento d’água. Silvino, também, sancionou a lei que instituiu o Jornal Oficial do Município.


Garantindo o título de primeiro itaporanguense a ser eleito duas vezes, para governar o município, José Will Rodrigues, em seu primeiro governo, teve, como destaque, a construção de um terminal rodoviário e a pavimentação asfáltica das principais artérias da cidade. Neste segundo mandato, o maior destaque é, na área da saúde, com a implantação dos postos do Programa de Saúde na Família. Will foi o primeiro Prefeito do Vale a cumprir a lei do salário mínimo e ter um site oficial do município, na Internet.


Além de todos os já citados, não poderíamos esquecer de outros filhos(não políticos) naturais ou adotados, como é o caso de Divaldo Dantas(
grande empreendedor no ramo têxtil), Cícero Carneiro(no comércio e construção), Jaélcil Serafim(comércio e serviços), Francisco Pinto Brandão Filho(comércio), Severino Soares de Araújo Junior(indústria), que trabalham para o nosso engrandecimento. Na educação, Maria do Carmo Lima Mendes(tia Kall) e Francisco de Assis Alves(Chico da Kazon), pela implantação de cursos de pós-graduação, através da FFM de Patos. Um destaque especial é para o Monsenhor José Sinfrônio de Assis, o nosso eterno “Padre Zé”, não pela construção da 2ª maior estátua do Brasil(o Cristo) e sim, pela criação do educandário que muito contribuiu para a formação de itaporanguenses, que, hoje, são destaques, no cenário Nacional e Internacional. Padre Zé, também, foi o responsável pela criação da companhia telefônica do Vale do Piancó.



Confira imagens da cidade de ITAPORANGA(PB).
Clique no link GALERIA 1 (abaixo)

Galeria 01                       

Deixe o seu comentário







Respeitamos o direito de opinão e expressão. O espaço para comentários é um espaço democrático destinado às opiniões relativas ao texto originalmente publicado.
Não serão publicadas quaisquer mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou, ainda, que desrespeitem a privacidade alheia, que tenham caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, ou, ainda, que tenham linguagem grosseira e/ou obscena.
Não serão publicados comentários que tentam se aproveitar deste espaço democrático para “destacar” outros sítios ou blogues ou, ainda, que tenham por objetivo comercializar produtos ou serviços.
Comentários anônimos, desconexos ou sem sentido em relação ao tema comentado também serão descartados.




Copyright © 2002/2014 - O Bê-á-bá do Sertão - Todos os direitos reservados
Contatos: (0xx83) 9967.1500 - Paraíba - Brasil
E-mail para contatocomercial@obeabadosertao.com.br