O B�-a-b� do Sert�o - Para�ba -
José Antônio Jos Antnio Jornalista, empresrio e professor da UFCG.


25.04.2020 - Cajazeiras

     
Compartilhe


DIFICULDADES I
O prefeito de Cajazeiras, médico José Aldemir, diante das dificuldades de pagar ao funcionalismo, pelo menos até o quinto dia útil do mês, teria urgentemente que sentar em derredor de uma mesa, com técnicos especializados em finanças e estudar as possibilidades de tirar a sua gestão desta incômoda situação de a cada mês ir prolongando o dia de zerar a folha de pessoal do município.


DIFICULDADES II
Outra saída para o prefeito Zé Aldemir seria demitir pelo menos 50% dos comissionados e contratados, mas esta solução o prefeito não quer nem saber, porque teria um peso político muito grande diante das eleições que se aproximam fato que com certeza minguaria os votos para sua reeleição.


NÃO TEM ACORDO I
O deputado estadual Jeová Campos(PSB), continua firme e forte e com disposição de ir pra disputa da prefeitura de Cajazeiras, tendo como candidato a prefeito o seu irmão Marquinhos Campos(PSB). Mesmo neste período de isolamento tem sido visto circulando por alguns pontos da cidade e conversando com as pessoas e fazendo propaganda de seu candidato.


NÃO TEM ACORDO II
Indagado sobre a possibilidade da união com a outra banda das oposições de Cajazeiras, tem dito que é muito fácil de ser realizada: é só aceitar o seu irmão como cabeça de chapa e o vice poderá ser qualquer um, até mesmo a ex-prefeita Denise. Um aliado de Dra. Denise teria dito: nestes tempos de pandemia e isolamento, Jeová teria perdido o juízo ao fazer esta proposta.


SEM MEDO
O prefeito de Bernardino Batista tem afirmado que não está com um pingo de medo de seu candidato a prefeito, Aldo Andrade, perder as eleições. Tem pesquisa em mãos que mostram que o candidato que ele indicar teria 65% de aprovação. Em junho vai mandar realizar outra pesquisa e tem certeza que estes números irão aumentar.


AVES DE RAPINA
Nestes tempos de pandemia e isolamento e de uma braba crise, só servem mesmo para as “aves de rapina” ganhar mais dinheiro: quem está reabastecendo a sua dispensa tem dito que é um verdadeiro assalto o que vem sendo praticado pelo mercado: os preços, até mesmo da cesta básica, têm subido diariamente.


PROMESSA CUMPRIDA
A Dra. Paula Francinete prometeu que um mês de seu salário, como deputada estadual, seria destinado para o programa “Cajazeiras Solidária”, que é coordenado pela Diocese de Cajazeiras. Este e com outros recursos serão adquiridos cestas básicas para a população de baixa renda. Dra. Paula: “este meu gesto é uma herança e um ensinamento de minha mãe com quem vi e aprendi a ser solidária”.


A NECESSIDADE FALA MAIS ALTO
Em Cajazeiras, as filas que se formam em derredor das lotéricas e da Caixa Econômica Federal, dão voltas nos quarteirões. Centenas de pessoas, sem obedecer à orientação de dois metros de distância, pensam apenas em por no bolso a ajuda de 600 reais que o governo federal está enviando para milhões de brasileiros que foram atingidos pela pandemia do coronavirus. As consequências? Só o tempo vai responder.


QUANTOS RECEBERÃO?
Imagina-se que dos mais de 60 mil habitantes do município de Cajazeiras, na pior das hipóteses, a metade poderá receber a ajuda de 600 reais, além de centenas de empresas, que para escapar da crise, reduziram no mínimo 50% da jornada de trabalho de seus empregados. O volume de recursos extras que vai aportar no município, segundo estimativas, deverá ultrapassar os dez milhões de reais.


QUEM IMAGINARIA?
O petróleo, a riqueza mais disputada no mundo e por ele as guerras entre as grandes potências nunca cessaram, perdeu recentemente o seu valor. Uma dúzia de banana, num destes dias de pandemia, estava com mais valor que um barril de petróleo. Para conter a queda, os maiores produtores do mundo diminuíram a sua produção. E a gasolina custando apenas 95 centavos o litro? Mas este preço, devido à ganância das distribuidoras e dos donos das bombas jamais chegará ao tanque dos carros.


DE OLHO
O Ministério Público Eleitoral, no âmbito da 68ª zona eleitoral de Cajazeiras, baixou uma RECOMENDAÇÃO para estabelecer diretrizes com os gastos dos gestores públicos dos recursos oriundos da pandemia pelo novo coronavirus, citando que os mesmos não podem e nem devem fazer uso promocional em favor de candidato ou partido político, por se tratar de conduta vedada e que saber antecipadamente ou no prazo de cinco dias para quem foi distribuído gratuitamente bens, serviços, valores ou benefícios. Aí o bicho vai pegar!.



* Coluna transcrita do Jornal Gazeta do Alto Piranhas. O jornal de maior circulação na região do Alto Sertão da Paraíba.

.




Deixe o seu comentário







Respeitamos o direito de opinão e expressão. O espaço para comentários é um espaço democrático destinado às opiniões relativas ao texto originalmente publicado.
Não serão publicadas quaisquer mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou, ainda, que desrespeitem a privacidade alheia, que tenham caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, ou, ainda, que tenham linguagem grosseira e/ou obscena.
Não serão publicados comentários que tentam se aproveitar deste espaço democrático para “destacar” outros sítios ou blogues ou, ainda, que tenham por objetivo comercializar produtos ou serviços.
Comentários anônimos, desconexos ou sem sentido em relação ao tema comentado também serão descartados.




Copyright © 2002/2020O Bê-á-bá do Sertão
Todos os direitos reservados
Contatos: (0xx83) 99967.1500 - Paraíba - Brasil