O Bê-a-bá do Sertão - Paraíba - O QUE UIRAÚNA ESPERA A PARTIR DE 2015 ?
Orniudo Fernandes Médico clínico-infectologista. Membro da Câmara de Infectologia do CRM-PB. Professor Adjunto aposentado da Universidade Federal da Paraíba. Membro Titular da Academia Paraibana de Medicina e Presidente da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, do Hospital Napoleão Laureano de João Pessoa(PB).


05.01.2015 - João Pessoa

O QUE UIRAÚNA ESPERA A PARTIR DE 2015 ?

     
Compartilhe


Todo ano que se inicia, a palavra esperança é a primeira citada por todos que pensam um futuro melhor. Tivemos e teremos dificuldades, mas, o que queremos das autoridades que são responsáveis pelo destino de nosso povo, cada vez mais decepcionado, enganado e explorado pelos altos impostos que são aplicados com correção. O assistimos são os escândalos, a corrupção que tornou-se a principal fonte de noticia dos grandes jornais, e, das redes de televisão, envolvendo gestores federais, estaduais e municipais. A dificuldade que a edilidade uiraunense terá pela frente tem que ser superada pelo trabalho exemplar.


O que Uiráuna precisa cobrar dos políticos para os próximos anos?


Como a nossa cidade foi prestigiada com a nomeação da Dra. Maura Sobreira, competente conterrânea, para a Secretaria Adjunta de Estado da Saúde, batalhar para a implantação de um Núcleo de Saude, justificado pela grande área abrangente de atendimento a vários munícipios paraibanos. Reativação ou reabertura do único Hospital Pública que se encontra abandonado, sucateado(Ex- Hospital do Funrural). Uiraúna é uma cidade polo, do extremo da Paraíba.


Atuação com campanha permanente de combate ao tráfico, envolvendo também o setor de segurança pública, através da polícia militar. Aliás, por ser fronteira com os Estados do Rio Grande do Norte e Ceará, a população deve cobrar urgentemente, a construção de um Batalhão Militar de Fronteira.


O órgão regional do Detran local deve ser mais equipado, aumentando também o número de funcionários para uma rigorosa fiscalização do trânsito, adotando punições para quem não obedece o que está estabelecido na lei, evitando-se tantas mortes de pessoas jovens e idosos, que abusam transitando sem capacetes, e, maioria das vezes embriagados; quando não, drogados. Faz-se também necessário a presença das blitz policiais, a fim de, que se cumpra a lei seca. Adotar também mão única em algumas vias que estão trazendo perigo, adotando-se faixas obrigatórias para segurança dos pedestres.


Na área da educação, que entendo como prioridade, priorizar o ensino básico, fundamental, aumentando o número de escolas, creches e bibliotecas em cada escola. Cobrar do governo estadual para a implantação de uma escola técnica e uma unidade/ curso da universidade estadual.


Estender a área cultural, com a construção de um teatro para estimular a arte, somando-se com a reabertura do cinema no Salão Paroquial Monsenhor Constantino, com parcerias, com a Paroquia Jesus Maria e José e a Fundação Educacional ”Lica Claudino”.


Homenagear os ex-prefeitos com uma galeria na sede do município, com as datas de seus períodos de gestão.


Erguer estátuas reverenciando os que batalharam pela cidade, e, constituem patrimônio históricos: Dr. Osvaldo Bezerra Cascudo, Cônego Anacleto de Andrade, Dr. Gentil da Cunha França(Primeiro juiz da Comarca de Uiraúna e idealizador e fundador do Ginásio Professor Afonso Pereira), Dr. Raimundo Barbosa de Oliveira, Governador José Fernandes(que assinou a emancipação da cidade), Fernando Carrilho Milanês, deputado que apresentou o projeto de criação do município, a grande educadora , professora Palmira Lima, diretora do antigo Grupo Escolar “Jovelina Gomes”, Zequinha Correia, idealizador e primeiro maestro da Banda de Música “Jesus Maria e José”.


Merece ser lembrado o idoso, com a padronização das calçadas das repartições públicas, igrejas, passeio popular e as praças e calçadas. Vale ressaltar que é necessário também o cumprimento a lei do silêncio por parte de casa de shows e de divertimentos.


Para preservação e conservação dos prédios públicos, ou, até mesmos os privados que constituem a memória do município, é uma prioridade a urgente fundação de um órgão municipal, que ficará responsável pela desapropriação e tombamento patrimonial, para se preservar a história de nossa cidade. Não se deve descaracterizar nenhum monumento do acervo histórico. Lamentavelmente, a nossa primeira área de lazer, a Praça Padre França, foi reinaugurada completamente modificada da sua construção original. Que daqui para frente, olhemos para o futuro preservando o nosso passado.


Proteção de nossa zona rural, com reflorestamento utilizando arvores nativas restantes, desassoreamento dos nossos rios e riachos, utilizando as máquinas fornecidas pelo PAC- dp Governo Federal. Plantar árvores em nossas praças, parques e ruas, contribuindo para embelezar e amenizar o clima.


Um ponto polêmico que quero focalizar é sobre a bandeira símbolo de nossa terra, que tem como lema: Berço Sacerdotal, acho que fica mais correto a sua substituição por Terra da Fé Cristã; desta forma todas as religiões serão contempladas. Sou católico, de uma família tradicionalmente católica, mas, como vivemos em um país laico, como está inserido na Constituição Brasileira, não vejo dificuldade para que se proceda a modificação, bastando apenas, um projeto aprovado pela Câmara Municipal, para ser sancionado pelo senhor prefeito.


Esta é uma simples contribuição de um cidadão uiraunense neste início de ano. A população precisa ser mais consciente e cobrar mais das autoridades constituídas e dos nossos políticos benefícios para a nossa região sertaneja.





.




Deixe o seu comentário







Respeitamos o direito de opinão e expressão. O espaço para comentários é um espaço democrático destinado às opiniões relativas ao texto originalmente publicado.
Não serão publicadas quaisquer mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou, ainda, que desrespeitem a privacidade alheia, que tenham caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, ou, ainda, que tenham linguagem grosseira e/ou obscena.
Não serão publicados comentários que tentam se aproveitar deste espaço democrático para “destacar” outros sítios ou blogues ou, ainda, que tenham por objetivo comercializar produtos ou serviços.
Comentários anônimos, desconexos ou sem sentido em relação ao tema comentado também serão descartados.




Copyright © 2002/2019 - O Bê-á-bá do Sertão - Todos os direitos reservados
Contatos: (0xx83) 99967.1500 - Paraíba - Brasil
E-mail para contatocomercial@obeabadosertao.com.br