O Bê-a-bá do Sertão - Paraíba - Papa Francisco vai canonizar mais quatro religiosas
Religião 15.02.2015 - Em maio/2015:

Papa Francisco vai canonizar mais quatro religiosas

     
Compartilhe

Papa Francisco vai canonizar mais quatro religiosas


Cidade do Vaticano(Roma) - O papa Francisco anunciou neste sábado(14Fevereiro2015), no fim da cerimônia de investidura de cardeais, que vai canonizar no dia 17 de maio mais quatro religiosas do século XIX, entre elas duas irmãs palestinas.


As duas novas santas palestinas são Mariam Bawardi, nascida em 1846,na aldeia de Ibillin, na Galileia, fundadora do convento de clausura de Belém, e Marie-Alphonsine Ghattas, nascida em 1856 em Jerusalém, que participou da fundação da Congregação das Irmãs do Rosário e trabalhou na ajuda a idosos e crianças.



Também será canonizada a francesa Jeanne Emilie de Villeneuve(1811-1854), de Toulouse, que se distinguiu pela fundação da Congregação de Notre-Dame de Immaculée, no Sul de França, instituição que tem cerca de 700 religiosas em 16 países, com 50 colégios e cerca de 35 mil jovens matriculados por ano.


A quarta religiosa é a italiana Maria Cristina dell'Immacolata, nascida em 1856, fundadora de uma congregação da qual nasceram vários conventos femininos, assim como albergues para jovens e orfãos.




Santa Sé
A Beata Maria Cristina Brando, fundadora das Irmãs Vítimas Expiadoras de Jesus no Santíssimo Sacramento, será canonizada na Praça de São Pedro, em Roma, no domingo(17 de maio 2015), pelo Papa Francisco. O anúncio oficial foi feito pelo próprio durante o Consistório, que foi celebrado na Basílica Vaticana.




Maria Cristina Brando
(Maria Cristina dell'Immacolata) nasceu em Nápoles, em 1º de maio de 1856. Mesmo quando criança costumava repetir muitas vezes: "Eu devo ser santa, eu quero me tornar uma santa." E santa tornou-se, na verdade, com o reconhecimento oficial deste progresso feito no tempo relativamente curto de sua existência há quase 50 anos.



Depois de servir em várias instituições religiosas e forçada a abandonar por motivos de saúde, em 1878, ela se sentiu inspirada por Deus para fundar um novo instituto, as Irmãs das Vítimas Expiatórias no Santíssimo Sacramento. Em 1897, a Bem-Aventurada Maria Cristina emitiu os primeiros votos. Em 20 de julho de 1903, o Congregação das Irmãs Vítimas Expiadoras de Jesus no Santíssimo Sacramento obteve a aprovação canônica da Santa Sé e em 2 de Novembro do mesmo ano, a fundadora, juntamente com muitas freiras, fez a profissão perpétua.


Depois de uma vida dolorosa, tuda dedicad à adoração da Eucaristia, a Bem-Aventurada Maria Cristina entrou para a vida eterna em 20 de janeiro de 1906. "Sua -disse o Papa João Paulo II, durante a beatificação - é uma espiritualidade eucarística e expiatória, que é dividido em duas linhas como" dois ramos que se originam do mesmo tronco": o amor a Deus e ao próximo. O desejo de participar na paixão de Cristo é como "derramado" nas obras educativas, que visam tornar as pessoas conscientes de sua dignidade e abertos ao amor misericordioso do Senhor". O carisma da fundadora continua a viver suas filhas espirituais, hoje liderada por Madre Carla Di Meo, e que estão presentes em várias comunidades na Itália e no mundo.


Segundo a madre Carla Di Melo: "Papa Francesco, no Consistório anunciou hoje a data para a canonização de Santa Maria Cristina Brando: 17 de maio de 2015 ás 10:00, na Praça de São Pedro. Com alegria damos graças ao Senhor e se preparar para sair para o grande evento. Nós temos que fazer honra, porque só nós, italianos, haverá dois santos Palestins e francês, por isso é apenas direito a uma enorme presença italiana porque estamos em casa. Eu confio muito em sua contribuição e, especialmente, em suas habilidades organizacionais. Amanhã, 15 de fevereiro, ás 18:00, celebração solene de ação de graças, presidida pelo seu Ecc.za monsenhor Lucio Lemmo, bispo da diocese de Nápoles. No final, nós vamos mudar para a casa em via A. Diaz, aos pés da estátua de St. Maria Cristina, onde, em memória perpétua, vai plantar uma oliveira e uma hera, símbolos que a Santíssima escolheu para o brasão de armas do instituto . Com o coração agradecido e cheio de santa alegria convido todos vocês. Eu me importo muito para a sua presença. Cada vez mais estamos a festa vai ser bonita".


A partir do boletim oficial da Santa Sé deste sábado(14Fevereiro2015), pode-se ler: "No final do ritual da criação de novos cardeais, o papa Francis realizada Consistório Ordinário Público para a Canonização do Beato:

- JOAN EMILIA DE VILLENEUVE, religiosa, fundadora da Congregação das Irmãs da Imaculada Conceição de Castres;


- MARIA JESUS CRUCIFICADO(nee Maria Baouardy), monja professa da Ordem dos Carmelitas Descalços;


- MARIA ALFONSINA DANIL GHATTAS(religiosa, fundadora da Congregação das Irmãs do Rosário de Jerusalém).


Veja o texto publicado com as breves biografias das três Beatas, como apresentado durante o Consistório pelo Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos:

1. A Santíssima Giovanna Emilia De Villeneuve nasceu na França, em Toulouse, em 1811. Fundou a Congregação das Irmãs da Imaculada Conceição para a educação de meninas e meninas pobres, para os doentes e para as missões em terras distantes. Ela morreu de cólera 2 de outubro de 1854. Foi beatificada pelo Papa Bento XVI, em 2009.


2. A Santíssima Maria de Jesus Crucificado(nee Maria Baouardy) nasceu em Abellin, uma aldeia na Alta Galiléia, perto de Nazaré, em 1846, pelos pais árabes. Ela foi batizada na Igreja greco-católica melquita. Desde a sua juventude ele experimentou muitas tribulações, juntamente com fenômenos místicos extraordinários. Na França entrou no Carmelo de Pau. Para a fundação da nova Carmeli foi enviada para a Índia e, em seguida, em Belém, onde morreu em 1878. Foi beatificada pelo Papa João Paulo II St., em 1983.


3. Bem-aventurada Maria Alfonsina Danil Ghattas nasceu em Jerusalém em 1843. Ainda quinze anos ela entrou para a Congregação das Irmãs de São José da Aparição. Ela realizou um intenso apostolado em favor dos jovens e mães cristãs. Ela tinha uma proximidade especial à Mãe mística de Deus. Ela fundou a Congregação das Irmãs do Santíssimo Rosário de Jerusalém, a que pertencia. Ela morreu em 1927 e foi beatificada pelo Papa Bento XVI, em 2009.


Durante o consistório, o Papa decretou que as beatas Giovanna Emilia de Villeneuve, Maria de Jesus Crucificado Baouardy, Maria Alfonsina Danil Ghattas e, juntamente com a Bem-Aventurada Maria Cristina da Imaculada Conceição(nee Adelaide Brando), fundadora da Congregação das Irmãs as vítimas expiatórias de Jesus no Santíssimo Sacramento - cuja canonização foi decidido no consistório de 20 de outubro de 2014 - estão listados entre os santos no domingo(17maio2015).



Santa palestina

Maria Alfonsina Danil Ghattas
(Jerusalém, 4 de outubro de 1843 - Ein Kerem, Jerusalém, 25 de março de 1927), nascida Maryam Soultaneh Danil Ghattas, foi uma religiosa palestina dominicana, fundadora, com o sacerdote Giuseppe Tannous, da única comunidade religiosa da Terra Santa - a Congregação das Irmãs Dominicanas do Santíssimo Rosário de Jerusalém.


Desde muito nova desejava levar uma vida religiosa, tendo aos catorze anos entrado como postulante nas Irmãs de S. José da Aparição. Alegadamente motivada por aparições de Nossa Senhora, terá manifestado o desejo de criar uma congregação de religiosas sob a invocação de Irmãs do Rosário.



Trabalhou e congregou apoios nesse sentido. Em 15 de dezembro de 1880, sete moças receberam, das mãos do Patriarca de Jerusalém, o hábito de religiosas. Obtida autorização do Vaticano, Maria Afonsina deixa as Irmãs de S. José e recebe o hábito da nova congregação a 7 de outubro de 1883.


A 25 de Julho de 1885 foi viver em uma nova casa da congregação, em Jaffa, Galileia, perto de Nazaré, dando apoio à paróquia local. Em 1886 fundou uma escola feminina em Beit Sahour, pequena localidade de pastores, perto de Belém. Em 1892 vai para Nazaré, onde abre uma escola de costura e, em 1909 funda um orfanato em Jerusalém.


A congregação apenas aceita moças árabes e segue o rito latino. A congregação tem comunidades no Egipto, Líbano, Síria, Palestina, Israel, Jordânia, Kwait, Abu Dhabi e Roma.

                       

Deixe o seu comentário







Respeitamos o direito de opinão e expressão. O espaço para comentários é um espaço democrático destinado às opiniões relativas ao texto originalmente publicado.
Não serão publicadas quaisquer mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou, ainda, que desrespeitem a privacidade alheia, que tenham caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, ou, ainda, que tenham linguagem grosseira e/ou obscena.
Não serão publicados comentários que tentam se aproveitar deste espaço democrático para “destacar” outros sítios ou blogues ou, ainda, que tenham por objetivo comercializar produtos ou serviços.
Comentários anônimos, desconexos ou sem sentido em relação ao tema comentado também serão descartados.




Copyright © 2002/2017 - O Bê-á-bá do Sertão - Todos os direitos reservados
Contatos: (0xx83) 99967.1500 - Paraíba - Brasil
E-mail para contatocomercial@obeabadosertao.com.br