O B�-a-b� do Sert�o - Para�ba - Horas de Transição
Walter Sarmento Walter Sarmento é bancário aposentado do Banco do Brasil e Dirigente da Instituição Filantrópica "A Casa do Caminho"...


05.06.2020 - Sousa

Horas de Transição

     
Compartilhe

Horas de Transição


Cultiva a paciência e resguarda-te em paz.


Recorda a multidão descontrolada, ante o perigo iminente.


Memoriza os desastres ocorridos, seja nos recintos fechados ou nos estádios abertos, quando algum grito alucinante anuncia determinadas perturbações.


Grupos amedrontados se entrechocam, por vezes a se ferirem, ou a se massacrarem mutuamente.


Semelhante imagem se aplica igualmente à Terra, nos dias de transição, quais os da atualidade, em que milhões de criaturas encontram problemas a se agigantarem de extensão.


O mundo, nesses eventos, lembra efetivamente um anfiteatro de proporções imensas, no qual vastas multidões sofrem a pressão de acontecimentos cruéis.


E essas crises pesam sobre a vida particular, motivando estranhos comportamentos na esfera de individuo para individuo.


E assim que anotamos companheiros de experiência a se desorientarem, nas mais diversas condições de trabalho e de luta.

Esse exige a desvinculação apressada de compromissos que abraçou voluntariamente pouco lhe importando as lágrimas daqueles que se estorcegam de dor, em se observando lesados nos sentimentos mais caros; outro pisa sobre os irmãos indefesos que tombam, aqui e ali, sem perguntar pelos sofrimentos que causam; aquele agride quantos lhe cruzem o caminho; e ainda outros muitos assumem atitudes infelizes, precipitando-se na mutilação deles mesmos, a pretexto de senhorearem a frente do escape.


Se te encontras diante de situações assim complexas, em que pessoas amadas parecem enlouquecidas, no anseio unicamente dos interesses próprios, desertando de obrigações respeitáveis, dilapidando alheios sentimentos, depredando corações ou largando-se nos gestos temerários que lhes acarretam inimagináveis padecimentos, acalma-te e ora, serve e espera.


A tormenta é transitória.


Lembra o Sol renascente, recompondo o campo, após uma noite de tempestade e entenderás a harmonia inarredável com que a vida marca as obras de Deus.



Emmanuel




.




Deixe o seu comentário







Respeitamos o direito de opinão e expressão. O espaço para comentários é um espaço democrático destinado às opiniões relativas ao texto originalmente publicado.
Não serão publicadas quaisquer mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou, ainda, que desrespeitem a privacidade alheia, que tenham caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, ou, ainda, que tenham linguagem grosseira e/ou obscena.
Não serão publicados comentários que tentam se aproveitar deste espaço democrático para “destacar” outros sítios ou blogues ou, ainda, que tenham por objetivo comercializar produtos ou serviços.
Comentários anônimos, desconexos ou sem sentido em relação ao tema comentado também serão descartados.




Copyright © 2002/2020O Bê-á-bá do Sertão
Todos os direitos reservados
Contatos: (83) 99967.1500 - Paraíba - Brasil