O Bê-a-bá do Sertão - Paraíba - O CONSOLADOR PROMETIDO
Walter Sarmento Walter Sarmento é bancário aposentado do Banco do Brasil e Dirigente da Instituição Filantrópica "A Casa do Caminho"...


16.03.2013 - SOUSA

O CONSOLADOR PROMETIDO

     
Compartilhe


O Paraíso existe na Terra, em qualquer localidade, até mesmo em Sousa(PB). Para ingressar neste ambiente angelical, a senha de acesso é:

Servir!(Fora da Caridade, não há salvação. Allan Kardec).


Não existem privilégios, nem facilidades, nem ociosidades, nem Deus tem preferências. Na verdade, a sublimação é alcançada ao utilizarmos a moeda do suor no trabalho e derramarmos lágrimas que lavam as nossas almas. Preparado o caminho é só iniciar a caminhada em direção ao Alto e percebermos que nada pode ser mais importante do que servir a Jesus e a Deus, nosso Pai Misericordioso.


Com certeza, elucida-nos o apostolo Paulo(1ª Epístola aos Coríntios, 3, versículo 9) com um conceito elementar de difícil discernimento para muitos de nós, em função de ainda não nos comprometermos com os dons de Deus. Disse Paulo: Porque nós somos cooperadores de Deus.

Montesquieu

Vivemos momentos de extrema dificuldade, no âmbito social e moral. Uma verdadeira confusão tem, momentaneamente, confundido a muitos, pois o exercício da força, da anarquia, da desobediência ao Poder Constituído, da brutalidade, tem sido a norma observada e não a aplicação da força do Direito. Esquecemos rapidamente definições basilares do século XVIII, quando o iluminista francês Montesquieu(Foto acima) lúcido enunciou: A liberdade é o direito de fazer tudo que as leis permitem.


A grandiosa e sublime tarefa depositada nas mãos do Espiritismo é inquestionável.


O Evangelista João escreveu uma promessa feita por Jesus de que no futuro enviaria o Consolador, sendo perceptivos por todos que adentrassem o caminho do bem, da dignidade e da caridade, ou seja, disse-nos:

"Se me amais, guardai meus mandamentos. E rogarei a meu Pai e ele vos dará outro Consolador, a fim de que fique eternamente convosco: o Espírito da Verdade que o mundo não pode receber, porque não o vê e absolutamente não o conhece. Mas, quanto a vós, conhecê-lo-eis, porque ficará convosco e estará em vós" (João, 14:15 a 17).


Os Espíritos Superiores acreditam em cada um de nós, mesmo conhecedores de nossas imperfeições. Saulo de Tarso que o diga, pois, perseguidor ferrenho dos cristãos primitivos, face sua noiva Abigail ter-se convertido aos ensinos do Cristo, chega a cometer assassinatos em defesa de sua religião, contudo, na mesma existência seus erros, em função de sua coragem em divulgar o Evangelho do Cristo são ressarcidos. Exemplo a parte, em razão de transformar-se no maior apóstolo de Jesus.

Jesus Cristo

Bem, apesar de nossa fragilidade, de não intensificarmos com galhardia precisa, nossa dedicação em vivenciarmos em espírito o lidimo Espiritismo, cuja mensagem condiz com a do Cristianismo primitivo, além de nossa ignorância em não conseguir discernir com clareza de que para servir ao Cristo não há necessidade de rótulo religioso, mas, por excelência, de conduta ilibada, íntegra e uma consciência tranqüila pelo dever cumprido ao tornar mais feliz a humanidade pelo Amor, pelo aperfeiçoamento dos costumes, em auxiliando desinteressadamente ao próximo em suas carências morais e/ou materiais.


Não podemos perder de vista, nossos “professores“, com peças teatrais acusatória, concomitantemente lúdicas, na qualidade de pertinazes acusadores de estarmos pactuando com o suposto “Demônio”, onde afirmam existir. Ademais, não ler a mesma cartilha de sua religião, já representa assinar sua própria condenação. Na verdade, não existe mal oriundo de quem quer que seja, que nos possa afastar do Amor de Deus. Não obstante, Jesus, nosso divino amigo e Mestre nos avisou que, na época predita, enviaria o Consolador Prometido(João, 14:15 a 17).

Jesus Cristo Consolador

Quantos por não conhecer a Doutrina Espírita acreditam que a morte física é o fim. Podem espernear os materialistas, os pseudos intelectuais, os religiosos fanáticos, pois, jamais mudarão a Lei Divina. O atraso persiste com relação à educação, tendo em vista que o educador Pestalozzi, no Instituto de Yverdon, na Suiça, em 1834, apresentava uma proposta pedagógica dentre os objetivos educacionais, onde destacamos - a liberdade religiosa e a convivência entre diferentes credos.


Em pleno século XXI, somos conscientes de que o Espiritismo pode com sua participação contribuir para a melhoria do mundo. Devemos mostrar coerência e educação em função dos ensinos emanados pelo nosso Mestre Jesus.


O insigne codificador Hippolyte Léon Denizard Rivail, em Textos pedagógicos, de 1834, elucidou de que: A educação é a obra da minha vida, não faltarei à minha missão, pois penso compreendê-la. Inimigo de todo charlatanismo, não tenho o tolo orgulho de acreditar cumpri-la com perfeição, mas tenho ao menos a convicção de cumpri-la com consciência.


Certa feita, analisando os belos preceitos doutrinários da religião judaica, onde desponta como a primeira religião da Humanidade, que tem como princípio a idéia da existência de Deus único, Criador Supremo.


O povo judeu desponta em toda sua história uma saga de sofrimentos inenarráveis e desumanos, iniciados por volta de 1.700 a.C., chegando a sua dispersão por todos os continentes, contudo, por força e coragem mantiveram sua unidade religiosa e cultural.


A Torah representa o seu livro sagrado, orientando aos judeus a realização diária da oração, orando três vezes por dia(manhã, tarde e noite). Concluímos que o Decálogo(Os Dez Mandamentos), recebido por Moises, através de inspiração divina(mediunidade), serve até hoje como base para edificação sólida de qualquer religião, além de expressar a essência do que seja Justiça e Direito.


Peçamos, coragem, pois desejamos cooperar com Jesus e Kardec, nada poderá conseguir com que arredemos do propósito sublime de servir. Mesmo que existam circunstancias adversas é necessário perseverar no bem, sobretudo, somos conscientes de que somos meros instrumentos, afinal todo bem procede primeiramente de Deus.

Allan Kardec Hippolyte Leon Denizard Rivail

Finalmente, na qualidade de aprendizes do Evangelho de Jesus, nos orienta Allan Kardec(Foto acima), uma sintonia educacional ao afirmar:

Estude a si mesmo“, observando que o auto-conhecimento traz humildade e sem humildade é impossível ser feliz.

O verdadeiro homem de bem é aquele que faz a outrem aquilo que queria que os outros lhe fizessem.

A pureza de coração é inseparável da simplicidade e da humildade
”.


Outrossim, é possível a nossa tarefa com Jesus, para tanto o escritor francês Jean Maurice Eugène Clément Cocteau leva-nos a refletir: Ele não sabia que era impossível. Foi lá e fez.


Agora sim, podemos respirar mais tranqüilo, o trabalho de colocar Jesus no coração é possível para todos, haja vista que servir é o lema, até mesmo porque o escritor italiano Umberto Eco escreveu: Minha salvação começa pela consciência de que nada sou e de que nada me é devido.





.




Deixe o seu comentário







Respeitamos o direito de opinão e expressão. O espaço para comentários é um espaço democrático destinado às opiniões relativas ao texto originalmente publicado.
Não serão publicadas quaisquer mensagens com conteúdo calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade, ou, ainda, que desrespeitem a privacidade alheia, que tenham caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas, ou, ainda, que tenham linguagem grosseira e/ou obscena.
Não serão publicados comentários que tentam se aproveitar deste espaço democrático para “destacar” outros sítios ou blogues ou, ainda, que tenham por objetivo comercializar produtos ou serviços.
Comentários anônimos, desconexos ou sem sentido em relação ao tema comentado também serão descartados.




Copyright © 2002/2019 - O Bê-á-bá do Sertão - Todos os direitos reservados
Contatos: (0xx83) 99967.1500 - Paraíba - Brasil
E-mail para contatocomercial@obeabadosertao.com.br